Continua após a publicidade.
ad

Deve ser um fato de conhecimento popular, que a medicina é uma área de suma importância para a sobrevivência da raça humana como um todo. Seja a medicina ancestral que se utiliza de ervas e elementos completamente naturais, ou a medicina contemporânea, todos podemos compreender com facilidade a importância que os medicamentos e a medicina possuem na reabilitação de pessoas doentes.

Entretanto, embora muitos dos recursos que utilizamos para a saúde pareçam universais, a verdade é que muitos deles são proibidos em inúmeras localidades do mundo. É o caso, por exemplo, de um dos remédios mais utilizados em nosso país.

Se você não tem conhecimento sobre este tipo de ocorrência, continue a sua leitura para descobrir mais detalhes a respeito destas proibições e descubra qual é o medicamento popular em nosso país que não pode ser utilizado em outros lugares do mundo.

Continua após a publicidade..
Esse remédio pode estar no seu armário; será que faz mal? / Crédito: @jeanedeoliveirafotografia / pronatec.pro.br

Entenda quais são os motivos para que um remédio sofra proibição

Embora possa parecer um fato curioso que alguns medicamentos só sejam permitidos em determinadas localidades do globo terrestre, a verdade é que este tipo de cenário é bastante comum. Afinal de contas, cada nação possui a sua própria legislação e para que qualquer importado adentre seus limites territoriais é necessário que ele atenda a todos os critérios e exigências de excelência que um país estabelece. Nesse sentido então, o que pode fazer com que a circulação de um remédio seja feita?

Bem, para isso vamos entender um pouco mais a respeito do nosso próprio país. Aqui no Brasil, o órgão responsável por regulamentar a fabricação e venda de medicamentos é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. Caso seja cientificamente comprovado que um remédio apresenta falhas ou elementos prejudiciais à saúde do paciente, a Anvisa notifica a empresa fabricante que possui a obrigação de parar a fabricação e recolher os medicamentos do mercado. Ademais, também é possível que um dos elementos componentes do medicamento seja proibido em terras brasileiras, o que causa o seu bloqueio completo.

Além disso, outro motivo que pode causar a suspensão de remédios é a sua validade. Nesse caso, a recolha dos produtos é feita pela própria Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Em todos os cenários, entretanto, caso seja anunciada a proibição de um medicamento é imprescindível que o paciente interrompa o seu consumo.

Continua após a publicidade..

Veja também: Saiba qual é a forma comprovada de EVITAR RESSACA; remédio pode ser usado?

Descubra qual remédio famoso é proibido em outros países

Você já foi ao médico por conta de uma dor de cabeça insistente? Ou então por causa daquele incômodo muscular que não parece ter fim? Cólicas? Febre? Ou até mesmo dor de dente? Bem, então você provavelmente já recebeu em algum ponto uma receita de dipirona.

O Metamizol, mais popularmente conhecido como dipirona, é um remédio altamente popular no Brasil que serve principalmente como analgésico e antipirético. De acordo com a Anvisa, apenas em 2022 mais de 200 milhões de doses do dipirona foram vendidas.

Todavia, embora o remédio seja altamente popular aqui no Brasil ele tem sua proibição efetuada em diversos países, como os Estados Unidos e Japão. Mas afinal, o que gera a proibição deste medicamento tão eficiente em outros lugares? Bem, em alguns casos é por conta da suspeita de que o remédio possa provocar uma infecção perigosa conhecida como agranulocitose. Em contrapartida, justamente por conta da eficiência do remédio, muitos países proíbem a dipirona para evitar o possível desenvolvimento de casos de dependência química.

Veja também: Como faço para conseguir remédios GRATUITOS através da Farmácia Popular? Confira!

Share.