Continua após a publicidade.
ad

Com a breve chegada de Super Mario Wonder ao Nintendo Switch, é lógico que existam milhares de usuários que desejam conhecer não só o jogo, mas também os rostos mais visíveis por trás do desenvolvimento do título. E um nome é aquele que vem à tona: Shiro Mouri. Um profissional que trabalha há muitos anos na Nintendo e que atualmente é o diretor encarregado de liderar o design e desenvolvimento de Super Mario Bros Wonder. Neste artigo revisaremos sua carreira e trajetória, bem como os jogos em que já participou. Você se juntará a nós?

Quem é Shiro Mouri?

Shiro Mouri: Carreira e trajetória do diretor de Super Mario Wonder

Shiro Mouri é um programador que trabalha em sagas tão renomadas dentro da Nintendo há mais de 25 anos. como Super Mario ou Zelda em 2D. Começou em 1997 e, antes de assumir o comando de Super Mario Wonder, liderou projetos como New Super Mario Bros. no Nintendo Switch. Além disso, a sua capacidade de programar e de obter sempre os melhores resultados ajudou-o a contribuir para títulos como The Legend of Zelda: Phantom Hourglass e Spirit Tracks para a Nintendo DS.

Da mesma forma, também esteve presente no desenvolvimento de The Legend of Zelda: A Link Between Worlds para Nintendo 3DS. Mas antes de tudo isso, Mouri começou no lendário F-Zero, título lançado para Nintendo 64 e desenvolvido pela Nintendo EAD. Ele também trabalhou nos elementos do kit de expansão para o título mencionado no Nintendo 64DD.

Então ele começou a trabalhar a série Pokémon Stadium programando alguns Mini jogos muito interessante, e tornou-se o primeiro título ocidental junto com o Pokémon Lab que veio depois. Este último permitiu que você interagisse com títulos de Game Boy Pokémon graças ao Transferir pacote.

Continua após a publicidade..

Estreia de Zelda

Shiro Mouri: Carreira e trajetória do diretor de Super Mario Wonder

Anos depois de ter colaborado nestes primeiros projetos, Mouri fez sua estreia em Zelda com o título “Four Swords Adventures” para o GameCube. Ele foi o principal responsável por trabalhar em tudo relacionado à programação do comportamento dos inimigos no jogo. Após seu incrível trabalho no título, ele foi promovido a programador líder de Phantom Hourglass e Spirit Tracks. Dois grandes jogos para Nintendo DS dos quais qualquer fã lembra com carinho.

Um projeto secreto após o sucesso de Zelda no Nintendo DS

Continua após a publicidade..

Depois de concluir todo o trabalho envolvido nos lançamentos dos títulos The Legend of Zelda para Nintendo DS, Mouri teve que trabalhar ao lado de Hiromasa Shikata e mais programadores em um projeto secreto. Este projeto começou como um protótipo que estrearia no Nintendo 3DS. Também estava relacionado a Zelda, e o mais popular era que eles queriam que Link pudesse se fundir com as paredes do jogo. Este projeto Foi arquivado por um tempo, pois a Nintendo investiu muitos recursos no Wii U.

Foi quando Mouri também foi afastado desta invenção e enviado para trabalhar em New Super Mario Bros. U como diretor. No entanto, quando tudo acabou, ele e sua equipe voltaram a se reunir e Criando The Legend of Zelda: Uma ligação entre mundos. Foi o primeiro jogo da franquia a rodar em 60 FPS de forma estável, qualidade que o próprio Mouri perseguiu desde o início no desenvolvimento do jogo. Como contribuição extra, Mouri também dirigiu Tri Force Heroes para Nintendo 3DS, e o porta Novo Super Mario Bros. U Deluxe no Nintendo Switch.

Todos os projetos em que Shiro Mouri trabalhou para

Shiro Mouri: Carreira e trajetória do diretor de Super Mario Wonder

  • F-Zero X (1998) – Programador DD
  • Estádio Pokémon (1999) – Programador de minijogos
  • Estádio Pokémon 2 (2000) – Laboratório Pokémon. Programador
  • Super Mário Luz do Sol (2002) – Cámara / Programación NPC
  • Pokémon: Ruby e Safira (2003) – Programador
  • A Lenda de Zelda: Aventuras em Quatro Espadas (2004) – Programação inimiga
  • A Lenda de Zelda: Ampulheta Fantasma (2007) – Líder de programação
  • A lenda de Zelda: trilhas espirituais (2009) – Líder de programação
  • Novo Super Mario Bros. U (2012) – Diretor de programação
  • Novo Super Luigi U (2013) – Diretor de programação
  • A lenda de Zelda: uma ligação entre mundos (2013) – Diretor Adjunto / Chefe de Programação
  • A Lenda de Zelda: Heróis da Tri Force (2015) – Diretor de Sistema
  • Novo Super Mario Bros. U Deluxe (2019) – Diretor
  • Super Mario Maker 2 (2019) – Apoio ao desenvolvimento
  • Maravilha (2023) – Diretor

Declarações de Mouri sobre o próximo lançamento e desenvolvimento de Super Mario Wonder

Shiro Mouri: Carreira e trajetória do diretor de Super Mario Wonder

Mouri deixou diversas declarações à mídia internacional durante estes meses, sobre como tem sido o desenvolvimento de Super Mario Wonder para Nintendo Switch, bem como as orientações que seguiram para tentar obter o melhor visual possível para o jogo em geral e todas as suas funcionalidades. É por isso que o programador, que neste momento Ele é o diretor de Super Mario Wondernos deixou declarações desse tipo sobre sua experiência em projetos anteriores e como eles ajudaram a Nintendo:

“Acho que minha experiência como programador tem sido muito útil para mim. Por exemplo, quando falamos sobre jogar um jogo online, o que é tecnicamente difícil ou possível já está estabelecido. Então dentro desses limites, aproveitando minha experiência como programador, consegui encontrar o maneira de colocá-lo em prática para que seja tecnicamente possível, mas também muito agradável e divertido. E o que vou compartilhar não é a resposta definitiva sobre como rodar um jogo, mas sim a minha filosofia pessoal no sentido de que sempre que tomo uma decisão gosto muito de analisar as coisas.”

Definitivamente, o lançamento de Maravilha Está sendo muito aguardado pelos fãs, e em nossas impressões finais você poderá conferir mais detalhes sobre o game. Da mesma forma, convidamos você a ver nosso artigo sobre todos os power-ups de Super Mario Wonder e recomendamos que nos conte o seu favorito. O que você achou da carreira de Mouri? Você sabia sobre o legado dele?

Share.