Cabeças de crocodilo são encontradas em tumbas egípcias antigas
Continua após a publicidade.
ad

Uma descoberta “extraordinária” e “profundamente estranha” foi feita por arqueólogos que encontraram nove crânios de crocodilo envoltos em pano dentro de uma antiga necrópole chamada Necrópole de Tebas, localizada no vale do norte de Asasif, perto de Luxor, na margem oeste do Nilo. Esta é a primeira vez que restos de répteis foram encontrados em túmulos de pessoas.

Os crânios pertencem a jovens crocodilos do Nilo (Crocodylus niloticus) que medem até 5 metros (16,4 pés) do focinho à cauda. Eles foram encontrados em câmaras funerárias e acredita-se que tenham sido colocados lá durante cerimônias fúnebres há cerca de 4 mil anos, no período do Império do Meio.

Continua após a publicidade..

O significado da descoberta

Os crocodilos eram sagrados para os antigos egípcios e muitos foram mumificados. No entanto, restos não mumificados desses répteis, como as cabeças encontradas, são raros. Eles foram encontrados ao lado de múmias humanas de alto status social, o que sugere que eram valiosos neste período da história egípcia.

Continua após a publicidade..

Confira tambem: O Cérebro de Dinossauros Novas Descobertas através de Pássaros Modernos

No entanto, os pesquisadores não acreditam que os crocodilos tenham relação com o culto de Sobek, a divindade egípcia associada aos crocodilos. Em vez disso, eles especulam que as cabeças poderiam ter sido usadas como oferendas funerárias ou como um símbolo de poder e riqueza.

A Necrópole de Tebas foi escavada pela primeira vez em 1922 e possui dois complexos mortuários atribuídos a um chanceler e a um vizir de alto escalão na corte de faraós importantes. A descoberta das cabeças de crocodilo adiciona mais informações sobre os costumes e crenças funerários da época.

Share.